Será que sabe mesmo com que frequência deve trocar os lençóis?

Está farto de dormir sozinho? Ora, os seus problemas chegaram ao fim… Isto porque se não trocar a roupa da cama uma vez por semana irá ter a companhia de milhares de bactérias, ácaros e fungos. Bons sonhos, ou não.

De acordo com o microbiologista da Universidade de Nova Iorque, nos Estados Unidos, Philip Tierno, dormir com os mesmos lençóis durante mais de uma semana não só é pouco ou nada higiénico como pode provocar problemas para a saúde, contribuindo para o aparecimento de doenças e até de condições de pele.

A solução, segundo o especialista, é trocar fronhas e lençóis uma vez por semana – mas atenção – caso use pijama! Se esse não é o caso, pode e deve aumentar a frequência da lavagem da roupa de cama. O motivo está na vasta quantidade de células e no suor que o corpo humano produz por noite.

O ser humano passa pelo menos um terço da vida na cama e produz cerca de 98,5 litros de suor por ano, adicionalmente se o clima estiver húmido e quente, está criado o ambiente perfeito para a proliferação de ácaros e bactérias. Também podemos acrescentar nessa ‘festa’ de microrganismos outras excreções corporais, pólen, pó, poluição e mais substâncias com as quais entramos em contacto no dia a dia.

Todas essas substâncias acumulam-se durante a semana na cama e podem causar desde alergias, comichão, irritação de pele e até doenças. “Mesmo que não seja alérgico, pode desenvolver uma resposta alérgica à exposição de micróbios e outras substâncias”, alerta Tierno. A situação piora se o individuo estiver com alguma ferida ou irritação de pele, pois o local pode facilmente ser contaminado.

 
Além da roupa de cama, é importante também lavar almofadas, cobertores e edredons com frequência, de preferência com água quente.

VOCÊ PODE GOSTAR TAMBÉM

Olá, deixe seu comentário O seu comentário ficará oculto até ser aprovado pela nossa equipa.

Envie seu Comentário

Enviando Comentário Fechar :/